A lírica maquinal de Herberto Helder: hipertexto e máquina na amplitude artística de um poeta

Resumen


Este artigo propõe a discussão das noções de hipertexto e máquina como conceitos operatórios na obra de Herberto Helder. Para alcançar essas noções consideramos as características de não-linearidade, multilinearidade, descentralização, associação imagética, permutação, ruptura e continuidade na obra do poeta português.
Como citar Gobira Pablo. 2019. “A lírica maquinal de Herberto Helder: hipertexto e máquina na amplitude artística de um poeta”. Revista Laboratorio 15.

  Enviar a Mendeley

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.